quinta-feira, 21 de maio de 2015

O que é dislexia e quais são os sinais!

Segundo, Dr. Gustavo Teixeira, a Dislexia é um transtorno de aprendizagem específico da leitura, caracterizado por dificuldades de reconhecimento de letras, decodificação e soletração de palavras, decorrência de um comprometimento de habilidades fonológicas.

As pessoas que possuem este transtorno, apresentam grande dificuldade na leitura e problemas na escrita. Tais dificuldades, prejudicarão o processo de alfabetização até a idade adulta e, por isso, precisamos ficar atentos, pais e educadores. Atualmente, os estudos indicam que o transtorno afeta 3% a 10% das crianças, e acomete mais meninos do que meninas.

Muitos não sabem, mas o ato de ler é um processo complexo e depende de uma rápida e fluente decodificação com reconhecimento dos grafemas (letras) que formam as palavras. Praticamente, pode ser dividido em duas grandes funções: a atividade de análise, através da qual ocorre a associação letra-som (decodificação) e o reconhecimento de palavras, com acesso a seu significado; e o processo de construção, no qual ocorre a formação de frases e o acesso a seus significados, à compreensão dos enunciados e à relação com conhecimentos prévios.

Pessoas com dislexia, manifestam dificuldade na atividade de análise. Não conseguindo associar a letra ao seu som, assim, possuem dificuldade em identificar fonologicamente esses símbolos. Construir frases então, é bem cansativo, pois o esforço despendido para agrupar as diferentes letras, com diferentes sons para se formarem as palavras.Sendo complicado, analisar conteúdos, podendo apresentar lentidão na leitura, ler legendas numa tela de cinema ou entender enunciados e frases, aprender outro idiomas e escrever, com erros de concordância verbal, inversões,  trocas ou omissões de letras durante a elaboração de textos.




Sinais mais comuns, apresentado em crianças com dislexia:

leitura lenta e monossilábica;
pouca entonação de voz;
tropeços na leitura de palavras longas;
tentativa de adivinhar as palavras;
dificuldade de associar letra/som;
troca ou omissões de letras;
inversões;
erros de concordância verbal.
Atraso na aquisição da linguagem
Trocas na fala
Nível de leitura abaixo do esperado para sua idade
leitura vagarosa e com erros
Dificuldade:
de alfabetização
em aprender os nomes das letras
para se lembrar de símbolos e para aprender o alfabeto
para separar e sequenciar sons e palavras
para aprender a ler, escrever e soletrar
em aprender novas palavras
em nomear
aprender rimas
na habilidade motora fina (preensão do lápis e escrita)
copiar do quadro
entender enunciados nas provas
elaboração e compreensão de textos
aprender outros idiomas
memorizar tabuadas, figuras geométricas e mapas

Se você, ao ler este texto, se identificou ou conhece alguém que apresente estes sinais, procure a ajuda de um profissional. O diagnóstico de dislexia não é simples, e precisa de uma equipe multidisciplinar! Você pode agendar uma avaliação com o psicopedagogo inicialmente, e após a avaliação psicopedagógica, caso a suspeita se confirme, será encaminhado para os demais profissionais, para confirmarem o descartarem o diagnóstico.

Por Karla Carvalho

Referência bibliográfica: Manual dos Transtornos escolares - Dr. Gustavo Teixeira - Best Seller - 2013.