segunda-feira, 1 de agosto de 2016

O preparo para a volta às aulas

Para tristeza de alguns alunos e deleite de alguns pais, esta é a última semana de férias.
Período onde é permitido que se brinque mais, se jogue mais vídeo-game, coma-se mais guloseimas e onde dormir e acordar mais parte fazem parte da rotina, as férias é muito querida pela criançada que se vê mais solta das obrigações diárias.
Porém, a hora de voltar ao batente está perto e é preciso que os pais  tomem as rédeas da rotina novamente para que os estudo não seja prejudicado neste reinício. Seguem algumas necessidades que a turminha tem para que o próximo semestre seja mais tranquilo.
*Sono: Pesquisas comprovam que crianças que não dormem bem ou dormem pouco tem sua memória de longo prazo prejudicada, dificultando muito que se guardem os conteúdos escolares. Se seu filho tem sono agitado, dorme de boca aberta, ronca ou apresenta dificuldades para respirar, procure um médico de confiança para orientá-lo. O sono precisa de qualidade para ser reparador.
                Outra questão envolvida no sono é o tempo de horas. Para se ter uma idéia, a criança de 2 a 10 anos precisa dormir de 9 a 11 horas diárias para descansar bem o corpo e o cérebro, estando pronta para aprender. Ou seja, se seu filho acorda às 6 da manhã para ir à escola, precisa ir para a cama por volta das 19:30, 20:00.


*Alimentação: Outro terror na vida de pais e cuidadores. Nossas crianças estão a cada dia mais comendo alimentos industrializados devido á correria do dia a dia.  Frutas, legumes, leite, ovos grãos e verduras devem fazer parte da alimentação dos pequenos. Quanto mais colorido o prato, melhor. Ter todos os nutrientes necessários na alimentação turbina o cérebro.

*Organização: Aproveite a calmaria para montar o quadro de horários da escola, ver se falta alguma leitura de férias, alguma outra tarefa ou material escolar. E o uniforme, está em dia? Sente com sua criança e monte também um horário para suas atividades, sejam estudo, lazer, outros cursos... Isso vai ajudá-lo a se organizar e ter clareza de seus compromissos. Mas é muito importante incluir o período do nada, onde a criança fará o que quiser. Dormir, brincar, jogar vídeo game, ver televisão... A cabeça deles também precisa de descanso para aprenderem e elaborarem os desafios do dia a dia.

*Aprendizagem: Vá às reuniões escolares, escute os professores, acompanhe as tarefas de seu filho. Se ele apresentar dificuldades, procure, assim que possível um psicopedagogo para auxiliá-lo. Ele tem condições de avaliar e intervir (se necessário), nas dificuldades de aprendizagem das crianças. Não deixe para o fim do ano, onde a reprovação muitas vezes é dada como certa e gera muito estresse na família e na criança. Não permita que elas sofram com o bullying, que estudar se torne uma tortura em função de suas dificuldades. É através do estudo que ela terá a liberdade de ser o que quiser da vida, e trilhar com mais felicidade suas conquistas,

Ufa! Quanta coisa a fazer! Ainda bem que há tempo!

Boa volta às aulas!


CURTA A PÁGINA DA NOSSA COLABORADORA E
 ACOMPANHE SEU TRABALHO: Clique aqui