quarta-feira, 18 de maio de 2016

Você sabe o que são funções executivas?

Com o avanço das pesquisas em neuropsicologia, a cada dia mais escutamos falar em funções executivas. Mas o que é isso?

As funções executivas englobam tudo aquilo o que precisamos para atingir um objetivo, ou seja, a capacidade de planejar o passo a passo, avaliá-lo, traçar um novo caminho se preciso e estas tarefas requerem muita concentração, possibilidade de esperar a hora correta de agir...

E precisamos que as funções executivas funcionem bem desde cedo. Na escola, dependemos delas para organizar o material das aulas, começar e terminar a atividade que a professora passou, esperar a nossa vez de responder sem atropelar a classe toda. No trabalho, elas são muito importantes também, pois precisamos destas funções para conseguir dar conta de todas as atividades que o chefe nos passa. E aquele projeto desafiador do qual depende nossa promoção? Passa pelas funções executivas também.

Até em nossa vida pessoal ou amorosa estas funções são importantes. É através delas que podemos organizar as nossas ideias, sentimentos, avaliar se o que já conhecemos nos ajudará a conseguir o que desejo ou o que preciso fazer para alcançar minhas metas. Importantes elas, não?

Mas é possível analisar, desde cedo se nossas crianças tem alguma dificuldade em sua função executiva. E diagnosticar cedo, leva a tratamento e reabilitação precoce que leva a um menor sofrimento na vida.

Mas como isto pode ser feito?

Um exemplo. Você pede para seu filho recolher as revistinhas e colocar os sapatos pois vocês sairão e ele fica parado, olhando... como se nada entendesse, quando você pergunta o que ele quer jantar ele responde com um sim, ou ainda quando você pede para que ele escove os dentes ele se "perde" ficando com a escova nas mãos sem colocar a pasta e escovar os dentes efetivamente pois se esquece ou se confunde com os próximos passos a serem seguidos.
Na escola suas respostas frequentemente não são relacionadas às perguntas que lhe foram feitas. Se recusa a terminar a tarefa por não ser igual ao exemplo dado pela professora...
Isso se dá pois as crianças com problemas em suas funções executivas muitas vezes sentem dificuldade em seguir mais de uma ordem por vez, se frustram facilmente antes mesmo de pedir ajuda, ou ainda podem ter dificuldades para recuperar rapidamente as informações necessárias para responder a perguntas.
Se estes comportamentos tornarem-se frequentes pode haver uma dificuldade no processo de aprendizagem na escola, além de a socialização ficar mais comprometida, já que a criança pode ser alvo de piadas ou ainda outras crianças a afastarem pelo seu comportamento "tempestuoso".
Busque a ajuda de um psicólogo ou psicopedagogo para avaliar seu filhote e orientá-lo a como lidar com ele. Ajude-o a entender suas dificuldades, encontrar soluções para elas e ter uma vida mais plena.
POR VIVIAN CAMILA

CURTA A PÁGINA DA NOSSA COLABORADORA E ACOMPANHE SEU TRABALHO: Clique aqui