sábado, 22 de setembro de 2012

A inteligência aprisionada


Desenvolvimento da abordagem clinica da criança e sua família que permeiam o processo dos problemas de aprendizagem. A estrutura de toda instituição, tem como função a conservação de uma experiência recebida como um olhar clinico sobre a aprendizagem e suas fraturas principalmente na abordagem e na conceitualização de sua aprendizagem e sua ruptura.
Essa abordagem trata-se de de recuperar as vantagens que este âmbito no qual a criança vive, apesar de suas carências e assim inversamente ver o que podemos inclui no processo de ensino-aprendizagem, muitas crianças mostram a sua criatividade encapsulada.
O não aprender as vezes tem uma função positiva, da-lhe certo prazer, permite barganhar em algumas situações, não se pode interpretar um problema de de aprendizagemsem saber aonde ele esta preso, no simbolico, para tal é necessário observar o funcioanmento cognitivo.Devemos saber enxergar as dificuldades trazidas pelas crianças, e da mesma forma ajuda-la a supera-la.Um diagnóstico precoce tem eficácia para o paciente.
A função da educação pode ser alienante ou libertadora, depende de como for usada. o sintoma problema da aprendizagem é a inteligente aprisionada construindo de forma constante seu aprisionamento. Não é caracteeristica da inibição a alteração no pensar, mas evitar o pensar.Os sistemas familiares estruturados e estruturantes de inddiferença são um terreno fértil para a gestação de sintomas na aprendizagem. Reconhecendo a importância desses aspetos é necessario ajudar as crianças a se libertarem para a aprendizagem. Identificar sempre as dificuldades apresentadas pelas crianças, não processo ensino aprendizagem.



Nenhum comentário:

Postar um comentário