segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

COMO ESCOLHER A ESCOLA IDEAL PARA O SEU FILHO? 8 DICAS QUE PODEM TE AJUDAR.

    É grande o número de pais que buscam um atendimento em meu consultório nessa época do ano, no intuito de buscar uma orientação profissional, e assim solucionar todas suas dúvidas e aflições, em torno de um assunto muito falado:

"A ESCOLA IDEAL PARA O MEU FILHO."

Mas afinal, qual será mesmo a escola ideal para o meu filho?

Será que existe uma regra?

Será que se eu seguir as dicas de um profissional estarei tomando a decisão correta?

E se eu escolher a escola mais cara da minha região? Será que isto trará uma garantia?

E se escolher aquela famosa e tradicional escola do bairro? Que garantia eu tenho de estar tomando a decisão correta?

Ainda existe aqueles que dizem que a escola ideal é aquela mais perto de casa!

Mediante a tantos pontos de interrogação, não tem como ficar angustiada e com medo de tomar uma decisão errada!

Diante a tantas dúvidas e aflições, como profissional, estarei deixando algumas sugestões de como escolher a escola ideal para o seu filho.

1) Faça uma lista de pelo menos 5 escolas que estejam estabelecidas e registradas pelo MEC e que ficam na sua região;

2) Reserve um dia e horário na sua agenda para visitar estas escolas, de forma, que você tenha disponibilidade e tempo para conhecer todos os setores da escola. Desde a sala de aula, laboratório, sala de informática, biblioteca, banheiros... Até a cantina!

3) É de grande importância que os pais conversem com o coordenador pedagógico e peça que fale sobre o projeto político pedagógico da escola, assim como o método de ensino, material pedagógico, valores  e avaliações;

4) Se seu filho apresenta dificuldades de aprendizagem, deficiência física ou intelectual, converse com a coordenadora da escola. Investigue como a escola poderá ajudá-lo, e se a escola irá conseguir atender as necessidades físicas ou cognitivas que seu filho apresenta. Se a escola conta com profissionais capacitados e atualizados para oferecer o  suporte necessário para o seu filho. Muitas escolas atualmente utilizam o título de inclusiva, mas infelizmente ainda são poucas que se encaixam neste modelo ;




5) Não escolha a escola para seu filho apenas porque alguém indicou. Siga também os passos acima, a indicação funciona apenas como referência, mas se os outros itens não corresponderem a sua expectativa, de nada valerá. Lembre-se, nem sempre o que é bom para um é para o outro, cada criança é um ser único, se desenvolve no seu tempo e da sua maneira. Sem contar que as dificuldades são individuais;

6) Verifique como funciona o sistema de segurança da escola, se existe câmeras instaladas, se há um corpo de apoio (como inspetores) e qual é o método adotado pela escola na hora de entregar o seu filho. Uma escola preocupada com a segurança costuma perguntar quem buscará a criança;

7) Não escolha  uma escola porque ela exigi demais no conteúdo. Nem sempre uma boa escola, é aquela que exagera na quantidade de exercícios e/ ou avaliações. Uma boa escola se preocupa em passar o conteúdo adequado e programado para cada idade e ajuda na construção de um cidadão capaz de pensar e resolver determinadas questões.

8) Fique atento a escola que não permite a sua visita durante o horário escolar. Escolas assim, costumam querer esconder algo.

Por Karla Carvalho

*Esse texto foi escrito por Karla Carvalho, caso você tenha gostado e queira compartilhar em seu blog, site ou outro local, não esquecer de dizer o nome da autora do texto.
( Lei de direitos autorais )

Nenhum comentário:

Postar um comentário