sábado, 19 de setembro de 2015

Ginástica cerebral, aprenda a estimular o seu cérebro.

Hoje em dia, existe uma preocupação muito grande para melhorar a qualidade de vida, pois sabe-se o quanto é importante cuidar da saúde. Há busca pelo físico perfeito, está cada vez mais em alta. Mas, será que cuidar apenas do físico é garantia para ter uma vida saudável e alcançar o sucesso profissional? Claro que não! Se a pessoa não estiver em equilíbrio com o corpo e a mente, dificilmente obterá sucesso. Por isso, é tão importante estimular a memória, para que tudo saía perfeitamente conforme planejamos.

O desenvolvimento cerebral
O órgão do corpo humano, importante, se não o mais importante, responsável pela inteligência e pelos sucessos e insucessos pessoais e profissionais, é o cérebro, a estrutura mais complexa existente e o mais desafiante instrumento criado pela natureza. Tão importante que é o único órgão que tem uma “embalagem” rígida para sua proteção, que é o crânio.
É ele que cuida não só da manutenção da nossa vida como, também, das nossas emoções, da capacidade de raciocinar mais claramente, da facilidade maior ou menor de encontrar soluções para as diversas situações enfrentadas, pelo desenvolvimento da criatividade, pela nossa inteligência e pela aprendizagem.
Ao contrário dos demais órgãos, o cérebro é o único que pode melhorar seu desempenho com o passar do tempo, quanto mais for utilizado. Um cérebro que está sendo constantemente exigido, treinado, utilizado e desafiado, terá um desempenho cada vez melhor; independente da idade da pessoa.
Acreditava-se que a inteligência não poderia ser estimulada, que era algo que se tinha ou não na carga genética. Hoje, porém, sabe-se que é possível estimular determinadas tarefas do cérebro que podem melhorar o desempenho intelectual.
E como o cérebro é treinado? Como podemos melhorar seu desempenho? Você deve estar se perguntando! E eu digo, existem diversas maneiras e uma delas é através da utilização da técnica chamada GINÁSTICA CEREBRAL.



O cérebro funciona através dos estímulos que recebe dos sentidos da audição, visão, olfato, tato, e paladar, que estão constantemente municiando-o de informações que captam do ambiente.Estas informações são recebidas e transformadas em descargas elétricas e transmitidas de neurônio para neurônio (as células do cérebro) através dos dendritos e sinapses (ligações cerebrais entre neurônios) para as diversas memórias que compõem nosso cérebro, onde ficam arquivadas aguardando o momento de serem utilizadas.
Logo, ao realizar os exercícios diariamente, estará estimulando e ajudando o cérebro a superar as dificuldades que possam surgir e irá prepará-lo para novos desafios. Abaixo veja algumas sugestões. 

1º. Troque o relógio de pulso de lado, se você tem o costume de colocá-lo no lado direito, passe-o para o esquerdo.
2º. Tome banho com a luz apagada.
3º. Modifique o caminho no qual você realiza para chegar ao trabalho, faculdade, academia, curso  ou outro local diariamente.
4º. Memorize a lista de compras ou as tarefas que precisa realizar durante o dia.
. Tente falar algumas palavras ou frases ao contrário, inicie com palavras fáceis, e aumente a dificuldade com o tempo colocando palavras mais difíceis.
6º. Faça palavras cruzadas, aquelas que vem na sessão de passatempo dos jornais.
7º. Memorize  poema ou letra de música que goste muito.
8º. Decore o número de telefone de um contato importante na sua cabeça.
Bom treino e observe os resultados!


Por Karla Carvalho, empreendedora, pedagoga, psicopedagoga, especialista em dificuldades de aprendizagem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário