sexta-feira, 3 de junho de 2016

Família e educação formal. Esta parceria vale a pena?

Os profissionais de Psicologia e Educação muitas vezes discorrem sobre a importância da participação ativa da família na formação escolar de seus filhos na infância e na adolescência.
Atos como ir à reuniões escolares, acompanhar a criança a fazer uma pesquisa para trabalhos escolares, se ela fez os deveres, conhecer professores, coordenadores e amigos da escola pode parecer algo cansativo e que gera pouca diferença no desempenho escolar das crianças, mas pesquisas indicam que não. Este acompanhamento é mais eficaz do que uma escola "mais forte" ou "particular".
Outros fatores como disponibilidade de material escolar e pontualidade do professor contribuem para a melhora dos resultados.
Por outro lado,  estudos indicam que pais que fazem as lições dos filhos, e não permitem que eles exerçam a autonomia prejudicam o processo de aprendizagem.
Outro fato importante é a questão da pré escola. Frequentá-la aumenta as possibilidades de melhor desempenho escolar. Muitos pais não dão a devida importância à pré escola. "Ele pode faltar ou chegar tarde à escolinha, vai lá apenas para brincar" é o que escutamos muitas vezes.
A pré escola, além de socializar, permitir que a criança brique com outras crianças, a prepara para a alfabetização, permite que elas possam conviver com outros adultos, com regras e normas diferentes das que tem em casa e ainda neste espaço elas podem usar e abusar dos benefícios que a motricidade traz, podendo brincar, correr, andar de bicicleta, brincar com bola...



O resultado que muitos de nossos alunos alcançam em provas de ciências exatas ou interpretação de texto por exemplo são muito baixos, bem longe do ideal. Poucos sabem interpretar o que leram ou fazer contas mais complexas. Escola passou a ser um lugar muito ruim de estar e não um local onde a curiosidade e o prazer de aprender nascem.
Aí, mais uma vez entra a família demonstrando as coisas boas que estudar pode trazer, o prazer que podemos vivenciar ao conhecer algo novo e a liberdade que a escrita, a leitura a compreensão e as contas podem trazer para o dia a dia das pessoas.
Ao ler um livro, pegar um ônibus, situar-se numa rua, entender os termos de um contrato de trabalho ou ainda calcular se um carro cabe na garagem, para tudo isto precisa-se do que a escola traz. Com o apoio de tios, pais, avós, madrinhas e padrinhos a escola pode ser vista com um lugar bem mais interessante e trazer resultados muito melhores. Vamos lá! Vamos acompanhar a aprendizagem da criançada!!
POR VIVIAN CAMILA

CURTA A PÁGINA DA NOSSA COLABORADORA E ACOMPANHE SEU TRABALHO: Clique aqui


Nenhum comentário:

Postar um comentário