sábado, 17 de setembro de 2016

Os benefícios das aulas de Educação Física

Olá pessoal! Começamos um papo na semana passada sobre algumas aulas  que temos nas escolas, as quais, muitas vezes pais e alunos (e, em algumas situações até mesmo o próprio professor que ministra a disciplina) não dão muito valor.

O primeiro exemplo é o caso da Educação Física. Quantos de nossos filhos pensam em pedir dispensa da aula? Quantos de nós a achamos dispensável? Mas, porque isso ocorre?

Primeiramente pelo fato de cada vez mais temos preguiça de mexer o corpinho. Pense só: você vai à padaria ou supermercado a pé? Usa o controle remoto de todos os aparelhos? Quantas vezes por semana você realmente se exercita? Quanto tempo fica sentado em frente ao computador ou celular? Quantas vezes por mês convida seu filho a praticar alguma atividade física com você? Conhece as ruas e o comércio de seu bairro devido às caminhadas? E por aí, vai..

Ah, mas “ na aula de Educação Física a molecada fica jogando bola e o professor só olha”, ou ainda “ pra que meu filho tem que ficar correndo, fazendo polichinelo, abdominal... Isso é muito chato!” A resposta para isso tudo é para viver mais saudavelmente e aprender melhor! Mas como assim?

Bem, seria redundante,  principalmente para quem acompanha meus posts,  falar sobre os benefícios da atividade física para a saúde física da criança e mental, mas vamos lá. Mexer o corpo diminui riscos de diabetes, pressão alta, colesterol e obesidade em crianças.  Para a saúde mental, contribui para diminuir a depressão, aumentar o contato com os colegas, trabalhar obediência a regras e limites,  exercita a memória ao decorar as regras do jogo, trabalhar em grupo,  respeitar os limites do outro e de si próprio... Só por isso já estaria ok, não é mesmo?





Porém, a Educação Física pode colaborar com mais – e facilita o aprendizado.  Através da prática esportiva, as crianças aprendem a planejar, pensar de forma estratégica para vencer o jogo, treina os movimentos de vários músculos do corpo – como os da mão por exemplo - ao arremessar uma bola. E quanto isso ajuda a escrever e pegar o lápis corretamente! Aumenta o tônus muscular (braços “molinhos” não escrevem bem!), trabalham a coordenação viso motora, o que facilita o traçado das linhas (como escrever em linha reta ou traçar as letras, por exemplo?) e óculo manual, ( que também colabora com a escrita) quando a criança tem que ficar com um olho na bola e outro nas mãos ou nos pés para jogar  a um colega de equipe, além de equilíbrio, lateralidade (ajudando a conhecer direita, esquerda, frente/trás, hoje/amanhã...), conceitos importantíssimos para auxiliar no processo de leitura  e escrita!


Bem, acho que toda a explicação já fez ao menos você pensar na importância desta disciplina, não é mesmo? Colabore para que a escola crie competições entre colégios ou turmas (mas leve seu pimpolho aos eventos) e o encoraje a trabalhar bastante com o corpo. Andem de bicicleta, patins, joguem futebol, vôlei, brinquem de pega pega, esconde esconde, convide os amiguinhos a fazerem o mesmo! Vai ser muito bom para seu filhote e para você!

A A PÁGINA DA NOSSA COLABORADORA E

 ACOMPANHE SEU TRABALHO: Clique aqui

Nenhum comentário:

Postar um comentário