Como distrair as crianças nas férias?

Tempos de bagunça em casa, mais conhecido como período de férias.

As crianças sonham com as férias, mas nem sempre os pais ficam tão felizes e relaxados nesta folga escolar. É agora que os pequenos não tem hora para almoçar, dormir, acordar e tem todo o tempo do mundo para brincar e se divertir.

Mas como garantir que nesta época as crianças fiquem contentes e os pais também? Liberando dia e noite o computador e o celular? Não, não... Eles podem fazer parte da brincadeira, mas todas as atividades não podem se resumir ao uso destes aparelhos.

Se o tempo permitir, deixe que a criança entre em contato com a natureza, nade em rios, mares, piscinas,  o ensine a subir em árvores, apresente árvores frutíferas, permita e ele conhecer novos animais, incentive que role na grama ou brinque com lama. Estas atividades permitirão a seu filho conhecer novas texturas, aromas, mexer o corpo além de aumentar seu conhecimento do mundo onde vive. E olhe! Dá para ter boas aulas de geografia por aí...



Se chover demais, que tal inventar brincadeiras para dentro de casa? Aproveite e chame um ou dois amiguinhos para a brincadeira ficar mais legal! Jogos de adivinhação de mímica são muito engraçados! Que tal pegar aquele edredom velhinho e montar uma super cabana? Quantas aventuras podem ser vividas nelas! Jogos de cartas e de tabuleiro também são muito bem vindos.  Encontrem receitas de massinha, tintas, usem material reciclado para montar novos brinquedos! Um campeonato de vídeo game  pode chamar a atenção da criançada.

Se o tempo permitir, aproveite para levar as crianças em museus, parques, zoológicos bibliotecas municipais... Muitas delas tem programação especial e gratuita neste período de férias. Toda a cidade tem algum local que contará a estória da onde a criança vive . E que tal, deixar o carro de lado e dar uma voltinha a pé, de metrô ou ônibus? As cidades costumam estar mais vazias e assim a criança pode conhecer o comércio de seu bairro, as pessoas que lá trabalham ou ainda o centro da cidade! Quanta novidade!



E por último, mas não menos importante, aproveite o tempinho livre que você tiver e a maior disponibilidade de tempo de seu filho para curtirem a companhia um do outro. Vejam filmes, vão a jogos do time do coração, conversem,  aproveite e conte a estória de sua família e de seus antepassados, como era na sua época de infância, façam receitas secretas de família, diga a eles como avós, tios chegaram nas cidades onde moram, quais seus sonhos e medos... Tudo isso o aproxima de seu filho e faz esta convivência ficar mais forte, saudável e feliz, além de garantir bons momentos de relaxamento nas férias.


 Por Vivian Camila

CURTA A PÁGINA DA NOSSA COLABORADORA E





 ACOMPANHE SEU TRABALHO: Clique aqui

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ETAPAS EVOLUTIVAS DO DESENHO INFANTIL SEGUNDO PIAGET

Dificuldades de aprendizagem específicas: Dislexia, Disgrafia, Disortografia e Discalculia.

MODELO DE QUESTIONÁRIO PARA INSTITUIÇÃO ESCOLAR